Você sabia que a caspa é um problema extremamente comum e afeta homens e mulheres de todas as idades? Muitos ficam envergonhados quando apresentam o problema, seja pela coceira e irritação constantes, ou então pela descamação que costuma ficar sobre o couro cabeludo e cair sobre os ombros.

No entanto, felizmente, embora não tenha cura, a caspa possui tratamento e pode ser vencida, desde que você tome as atitudes certas e se comprometa com esse processo. 

Descubra, abaixo, o que é a caspa e todas as informações necessárias sobre o assunto, aprenda sobre suas causas, sintomas e tratamentos mais eficazes. Confira!

O que é a caspa?

A dermatite seborreica, chamada popularmente de caspa, é a inflamação do couro cabeludo que resulta no processo de descamação da pele.

As células naturalmente se renovam ao longo do dia e tendem a ser substituídas a todo momento. No entanto, no caso da caspa, o fenômeno acontece de forma excessiva por conta da atividade das glândulas sebáceas que estão no couro cabeludo, o que gera a inflamação propriamente dita e deixa os cabelos mais oleosos.

O problema afeta homens e mulheres de todas as idades, mas costuma aparecer mais em pessoas de sexo masculino que estão na faixa etária dos 20 aos 50 anos. Além disso, a caspa costuma se agravar no inverno, pois o próprio organismo acaba por acelerar as atividades das glândulas sebáceas como medida preventiva, protegendo o organismo do frio.

Quais são suas causas e seus sintomas?

A caspa não possui uma causa definitiva, mas sabe-se que ela está associada à predisposição genética e à presença de um fungo específico, chamado Pityrosporum ovale. Essas condições combinadas a fatores internos, como estresse, má alimentação, alterações hormonais, e ao clima geram a dermatite seborreica, que pode variar em nível de gravidade de acordo com cada caso.

O sintoma mais comum da caspa é a descamação, em que floquinhos ficam presos aos fios de cabelo ou então caem sobre os ombros. A coceira e a irritabilidade estão associadas à descamação, surgindo manchas ou placas avermelhadas decorrentes da inflamação.

Ao contrário do que muitos pensam, a caspa não é contagiosa e, portanto, não é perigoso entrar em contato com alguém que tenha o problema.

Como começar o tratamento?

A primeira coisa que você deve fazer é usar shampoos anticaspa e loções à base de corticoides. Ambos os produtos regulam as atividades das glândulas sebáceas, e as loções possuem ainda efeito anti-inflamatório.

Além disso, há algumas atitudes que você pode mudar no seu dia a dia para combater a caspa. Sabendo que a dermatite seborreica está associada a fatores como estresse, má alimentação, alterações hormonais e clima, o ideal é focar nesses itens e melhorá-los, o que, por consequência, diminuirá ou cessará a formação de caspa.

Para isso, procure fazer atividades físicas para diminuir o estresse, evite o consumo de bebidas alcóolicas e de comidas gordurosas, não tome banhos muito quentes, enxugue-se bem depois de cada banho e visite regularmente o seu endocrinologista para averiguar sua situação hormonal.

Quando procurar o dermatologista?

Se ao tomar essas atitudes o problema não cessar, talvez seja hora de você procurar um dermatologista.

O médico especialista, depois de avaliar o seu caso, receitará alguns medicamentos que possuem atividade antifúngica ou de ação interna, como a Isotretinoína. Em casos muito graves, ele também poderá recomendar a aplicação a laser com ação anti-inflamatória feita por clínicas especializadas.

Depois de saber o que é a caspa e como tratá-la, fica muito mais fácil reconhecer o problema e combatê-lo de maneira eficaz, não é mesmo? Para que o tratamento apresente os melhores resultados possíveis, trate da caspa o quanto antes, cuidando do problema enquanto ele ainda não se agravou. E não se esqueça de visitar regularmente o seu dermatologista!

Nossas dicas foram úteis? Acompanhe novidades sobre cuidado capilar, tratamentos e tendências, siga nossa página no Instagram e no YouTube e curta também nossa página no Facebook!