Toda mulher sabe como alguns procedimentos podem ser cruéis com nossas madeixas. Calor do secador, descoloração e química são alguns fatores que fazem nosso cabelo pedir socorro.

Mas, com tantas opções de produtos e tratamentos, fica aquela dúvida: qual é o tipo certo para o meu cabelo – hidratação, nutrição ou reconstrução capilar?

Essa é uma questão muito importante, já que cada dano necessita de um reparo específico – e aquele produto que fez milagre no cabelo da sua amiga pode não ser uma boa para você!

Neste post, vamos te ajudar a descobrir os produtos e tratamentos ideais para deixar seus fios bem saudáveis. Vamos lá?

Hidratação

Como o nome sugere, essa etapa consiste em recuperar a água do fio, devolvendo ao cabelo maciez e maleabilidade. É indicado para fios que apresentam ressecamento leve e também cabelos constantemente expostos ao calor de escovas e secadores.

Ingredientes para hidratação: procure produtos com extratos vegetais, glicerina, pantenol e vitaminas.

Frequência: é recomendado fazer a hidratação pelo menos uma vez por semana.

Nutrição

A nutrição capilar é importante para repor os lipídios do cabelo, ou seja, devolver ao fio sua oleosidade natural. É extremamente indicada para cabelos tingidos ou descoloridos e também para as cacheadas, já que as ondas do fio dificultam a chegada da oleosidade do couro cabeludo às pontas.

Ingredientes para nutrição: nessa etapa, use e abuse de produtos com óleos, como argan, de amêndoas ou de uva. Aminoácidos, proteínas e lipídios são outros componentes que fazem parte da nutrição.

Frequência: uma vez por semana é suficiente para repor a oleosidade natural do fio – caso o cabelo esteja muito danificado, podemos colocar até duas vezes por semana no primeiro mês.

Reconstrução capilar

A reconstrução capilar é recomendada para fios que necessitam de tratamentos mais intensos e profundos. Cabelos que passaram por um processo químico muito forte, por exemplo, certamente precisarão da reconstrução.

Indicada para fios muito frágeis e quebradiços, a reconstrução capilar cuida das camadas externas do fio, devolvendo brilho, maciez e balanço natural ao cabelo.

Mas atenção: se o cabelo estiver muito danificado e necessitando de reposição de água, a reconstrução pode ter o efeito inverso e danificar e endurecer ainda mais os fios.

Por isso, o mais indicado é que na primeira sessão você procure um salão e, só então, faça a manutenção em casa.

Ingredientes para reconstrução: para a reconstrução capilar, procure produtos à base de proteínas, ceramidas e com complexo de queratinas em sua composição.

Frequência: após a primeira sessão no salão, a manutenção deve ser feita uma vez por mês (duas, no máximo, se o cabelo estiver muito danificado), sempre intercalando com as outras etapas – hidratação e nutrição.

Adotando o Cronograma Capilar em sua rotina

Como você já percebeu nos tópicos acima, o tratamento capilar deve ser dividido em etapas e você deve analisar cada uma delas para definir a prioridade para o seu fio.

O ideal é que você adote um Cronograma Capilar – uma rotina onde você intercala as etapas de tratamento de acordo com a necessidade do seu cabelo.

Para madeixas que não estão tão danificadas, pode manter a Hidratação e a Nutrição uma vez por semana e aplicar a Reconstrução apenas uma vez por mês. Se o cabelo está muito ressecado, as etapas de Nutrição e Reconstrução podem aparecer com mais frequência.

Preparada para turbinar seus tratamentos com os produtos certos para hidratação, nutrição e reconstrução capilar? Não deixe de acompanhar as nossas redes sociais — Facebook e Instagram — para ficar por dentro de mais dicas de beleza!