Não é de hoje que os fios ruivos estão em alta! Eles são sexy e bonitos, além de combinar com grande parte dos tons de pele. Entretanto, a maioria das mulheres que admira essa cor se faz a mesma pergunta: como ficar ruiva sem descolorir?

A boa notícia é que existem alguns truques que permitem essa façanha! Mas antes de decidir pintar ou não, é importante saber que chegar na tonalidade desejada e manter o aspecto saudável dos fios dá bastante trabalho.

Se o custo-benefício vale a pena para você, continue a leitura e conheça as melhores dicas e cuidados para te direcionar nesse processo! Vamos lá?

Cabelos virgens

Os cabelos virgens assumem novas cores com mais facilidade, principalmente se forem naturalmente loiros ou castanhos. É o seu caso? Então, os tonalizantes são uma excelente opção para você, já que não tem amônia e acabam não agredindo tanto os fios. Além disso, são liberados para quem faz químicas com frequência!

O mercado oferece diversas opções de tonalizantes com ótima qualidade para quem quer ficar ruiva sem descolorir os fios — e, ainda por cima, obter uma cor natural e com brilho. Escolhendo os produtos corretos, o resultado vai depender apenas da cor original do seu cabelo e da técnica de aplicação.

Cabelos escuros

Mesmo com o cabelo natural, quem tem os fios mais grossos ou escuros terá um pouco mais de trabalho para alcançar a cor desejada. Então, fique atenta! É possível escolher tonalizantes com ação clareadora, mas pode ser que o resultado não seja o ideal.

Nesse caso, a dica é procurar um cabeleireiro de confiança, que pode sugerir uma misturinha de produtos mais complexa. Dessa forma, será possível clarear o cabelo e chegar ao ruivo desejado sem muita agressão.

Cabelos pintados

Os pigmentos ruivos não fixam em cabelos com outras pigmentações. Aqui, o problema não é apenas a cor, mas o número de vezes que ela foi aplicada. Além disso, alguns tons apresentam sobrecarga de pigmentos, sendo necessário removê-los antes de dar início ao processo.

Uma das técnicas menos agressivas é a Soap Cap. Trata-se de uma mistura de água oxigenada, shampoo e descolorante, que deve ser aplicada nos cabelos úmidos e cujo tempo de ação é de aproximadamente 40 minutos.

Ela é usada como uma alternativa à descoloração, pois agride menos os fios. Depois de limpar a coloração anterior, é possível combinar o tom dos cabelos com a pigmentação. Isso permitirá que seus cabelos fiquem ruivos!

Manutenção

Manter o seu ruivo sempre brilhante e com vida exige muito cuidado e atenção. É preciso lavar os cabelos com shampoos suaves para diminuir o desbotamento, além de usar produtos específicos para a manutenção da cor.

Fatores como o sol e a poluição também colaboram com o desbotamento. Por isso, opte por produtos com protetor solar e silicone.

Se você é daquelas que não sai de casa sem secar o cabelo e passar a prancha, não se esqueça de abusar do protetor térmico! Ele evita o ressecamento dos fios e protege contra o calor excessivo, que desnatura a proteína do cabelo e, consequentemente, desbota a cor.

O ideal é sempre buscar a ajuda de um profissional em colorimetria, que poderá calcular a pigmentação correta para atingir o tom desejado sem agredir demais a fibra dos cabelos. E lembre-se que, independentemente da técnica aplicada, a qualidade dos produtos usados é fator determinante para que o resultado fique como você espera!

E então, gostou de descobrir como ficar ruiva sem descolorir? Quer apostar na cor do momento, mas seu cabelo está danificado? Não se preocupe! Aproveite para conhecer também seis dicas incríveis de como recuperá-lo e vá em frente!