As pranchas alisadoras, também conhecidas como chapinhas, foram chegando aos poucos e conquistando as mulheres que gostam de testar diferentes efeitos no cabelo sem o uso de química. Hoje já existem diversos tipos de prancha de cabelo, cada uma atendendo a uma necessidade específica.

E você? Sabe qual é o modelo mais indicado para o seu tipo de cabelo e efeito desejado? Acabe de vez com as suas dúvidas sobre o assunto com esse guia que nós preparamos para você!

Quais são os tipos de prancha de cabelo para cada comprimento?

O primeiro ponto a ser considerado na hora de escolher sua prancha é observar o comprimento do seu cabelo. Assim, fica mais fácil avaliar se a prancha certa será mais fina ou se é melhor escolher um modelo com a chapa média ou larga.

Se você tem os fios mais curtos, o ideal é optar pelos modelos de prancha mais finos, porque eles conseguem chegar mais próximo da raiz, garantindo um efeito mais natural. Esse modelo também é indicado para realizar acabamentos, criar o efeito babyliss (com cachos mais marcados) e para quem gosta de contar com a prancha sempre à mão, pois ele costuma ser mais leve e cabe na bolsa.

Se você tem fios mais longos e com maior volume, a indicação são os modelos de prancha com a chapa média ou larga, porque eles garantem mais praticidade no momento de alisar os fios. Esse modelo de prancha é o mais indicado para garantir o efeito liso e também para quem quer criar um efeito ondulado no cabelo.

E o revestimento? Qual é o modelo mais indicado?

O segundo ponto que você precisa considerar na hora de escolher sua prancha é definir qual é o modelo mais indicado para seu tipo de cabelo e para o acabamento desejado. Conheça os principais revestimentos e escolha o seu preferido!

Cerâmica

A principal vantagem da prancha de cerâmica é que ela esquenta mais rapidamente que os outros modelos e mantém a temperatura constante, ou seja, você não corre o risco de que ela aqueça demais e queime seus fios. Por isso, é considerado o modelo de prancha que menos agride o cabelo e o que exige menos passadas para garantir o efeito liso.

Ela também evita o ressecamento, pois o calor aquece os fios de dentro para fora. Normalmente, esses modelos vêm associados a outras tecnologias, como os íons negativos, que ajudam a selar as cutículas capilares, potencializando o brilho e diminuindo o frizz. O modelo de prancha de cerâmica também é o mais indicado para a cauterização capilar. Outra vantagem é o peso, relativamente menor que o dos outros modelos, o que facilita não só o alisamento, mas a modelagem dos fios.

Turmalina

O revestimento mineral desse tipo de prancha garante o brilho, o efeito liso e o fim do frizz. Com a ação dos íons negativos, a prancha de turmalina fecha as cutículas do cabelo e garante a hidratação natural dos fios.

É o modelo mais indicado para quem tem os cabelos ressecados ou possui algum tipo de química nos cabelos, já que, mesmo nesses casos, o resultado final são fios brilhantes e sedosos.

Titânio

Esse modelo de prancha consegue atingir altas temperaturas, garantindo fios mais lisos para quem possui cabelos mais difíceis de alisar. Assim como o modelo de cerâmica, também consegue manter a temperatura constante.

Gostou da nossa apresentação dos tipos de prancha de cabelo e dos efeitos que você pode criar com cada uma delas? Não se esqueça de aplicar o protetor térmico antes de cada utilização! Conte-nos aqui nos comentários qual é o seu modelo preferido!